« Domestico | Um Pequeno Poema pra Mamy » | Pra dois Amantes » | Diário de Bordo I - Rodoferroviária » | Bem... » | Cily » | Luto... » | Onomatopéias » | Por um Novo Brasil » | Ladrilho » | Campanha Ajude o Brincher »

Tédio







A Vida se amarga
entupida na sala de estar
Fio da Navalha
se entrega se espalha no ar
Botes infláveis,
naufrágio no Paranoá
Flores e freios
família, favores, flutuar

Nem me fala em tédio...
=****

Hahahahah... será que o tédio tá assolando todo mundo?!?

primeiro:
Por onde diabos vc anda?
Segundo:
matemos o tédio. Venha pra Sampa ^^

Bjks,poeta!

O blog está sofrendo as mudanças de estação pq estou no Canadá, dear... :)

Beijinhos pra vc...
:)

Posta un commento