« Domestico | Adaggio » | Maria » | Vênus » | Sobre Periquitos e Matemáticos » | Triste... » | Bela Flor » | Virgínia » | Ao Anjo Vingador » | Senhoras e senhores Meninos e meninas Donzelas ... » | Vocês gostam de matemática? »

Para Amadas Mulheres

Miss P

Dominadora
Sedutora e cruel
Cabelos ondulados
Aos alísios vulgares e indômitos
Ela sorri intransponível
Sorriso de Madona
Gioconda
Sorriso de mulher
Em transe, êxtase
Fúria, ardor e glória...

Menina

Mulher
Flor
Lúcida flor de Lácio
Lúcida inflorescência
De cachos e cachos
De pencas, de ramos
Ramalhetes de flores
Palavras



Livre Rô a bailar pelos campos
Campos de macieiras, parreirais
Rebento no céu de inverno
Equador a olhar de seu trono
A livre epopéia das dias
A livre junção de paródias
E escritos cuneiformes na noite
A noite das árvores etéreas
À Noite, nos campos sem fim

Aline

Se olhas e olhas e olhas
E bailas e gingas nas flores
E cais de maduro e ardores
Voando bem perto do céu
E trilhas as vidas inóspitas
Gelando e queimando as glórias
Voando em leite e mel,
Como podes gelar-se das cores
Aquarelas e fundos temores
Tesouro do fundo dos véus?

ai que lindoooo
ameiii
me animouuuu
bastanteeeeee
valeu poeta!!!!!

Viva nossas mujeres!!!
ué faltou a mamy aê!!!rsrsrsr

kero o meu.
~ciumenta~
Hunf.

Maravilhoso!
Olha o poeta das mulheres!!!
Beijo meu querido.

E isso, porque ele estava POUCO inspirado, SEM motivação, NADA disposto.

up!
(só pra vc n xorar :D)

Ah, que longe que você tá!

Queria te dar um abraço agora...

Thanks, my dear... you know how much you mean to me...

hahaha!

Posta un commento