« Domestico | Musiquinha piegas... » | Pontes » | Fim » | Teu » | Flor » | Sobre Ontem » | Cimento » | Um novo momento » | Clarisse » | Mães »

Mais coisas das antigas




Democracia dos Insanos


O Mundo dormia a seus pés
Era o líder dos exércitos
Dos povos que seguiam
As palavras do expertos

Seus soldados levantavam cacetetes
Meus amigos levantavam braceletes
E ainda que um levante pacifista nos invada
Os mortos que ele fez nos revoltarão

Pois o tirano ama as noites....
Nas não admite ter partido nos açoites
Que corrompem as almas dos mais fracos
E aliviam a culpa dos mais santos

Haverá Sangue
Na terra dos injustos
Haverá Guerra!
Na nação dos homens lúcidos...

Seu mundo caiu
Pela força dos mais fracos
E ele então começou
A ofensiva dos insanos
Contra a voz dos inocentes
Que antes eram intocados
E aqueles que por tudo lutavam
Se esqueceram dos meus gestos mais bonitos

Sugar, sugar
Bloody sugar, sugar
Bloody sugar, sugar

(solo)


As crianças que morreram em hospitais bombardeados
Valem menos que aquelas das minas enterradas

(repete)

(solo)

E o meu peito bate fraco
Porque imita o descompasso
De um amor pejorativo
Tal qual o gosto dos bandidos

Mas o trem não parará nessa estação
Tem pederastas planejando outra missão
Conquanto que não uses o correio
Não terei pressa de usar meu canivete

Mas espere meu convite pra jantar
Venha comigo pra dançar no infinito
Durante a espera de algum sinal dos anjos

Sugar, sugar
Bloody sugar, sugar
Bloody sugar, sugar

Haverá paz no reino do Brasil (3x)
Haverá paz no reino do Brasil?


************************************************************

Depois da Fer dizer que eu tava parnasiano, era hora de colocar alguma coisa mais quente aqui, né não? Parnasiano é foda (rsrsrs). Puzé, mais uma música da época que eu tinha 15 anos.

Dá pra comentar bastante coisa sobre essa música, ela tem bastante significado. Eu era um jovem rapaz nessa época e ainda tava aprendendo muita coisa, mas a música ficou boa...

Então...

Abraços

TOU COM SAUDADE...

tudo bem !
Bom semestre!
Te gosto muito.

Quem poupa tem! Tá vendo? Você tinha um montão de poesias da época de adolescência e, agora, com falta de tempo ou inspiração, saca delas pra não deixar o blog parado. :P
Ps - a música é mesmo bonita... queria ter te conhecido com 15 anos: você devia ser uma gracinha. Beijos.

Posta un commento