« Domestico | Mozart » | Pôr-do-Sol » | Poeminhas » | Um Canto Triste » | Econometrarquitetura » | Abril Manauara » | Econpet » | De volta.... » | Férias Surpresa » | Vejam mais coisas »

Mães

Escreve pois, pelas brisas macilentas e uivantes
De terras desterradas e abandonadas pelos homens
De almas chorosas e sedentas de frio e fome

Escreve pois, escreve. Escreve tua tentação
Escreve a marca ritual do velho homem
Ditando o Velho e recitando o amor ao pão...

Escreve a marca e descreve o trigo
Farofa a massa e amassa o rito
Semeia a fé e faz realidade lívida
Repica o verso e pare a terra sofrida!!!

Vai, caminha pelas terras nuas, imortais
Os peitos brancos mamados por animais
As injustiças paridas em barcos inauditos
Parindo o mundo e libertando bandidos...

(pra alguém especial, pra quem eu já postei há tempos...)

caralhooooooooooooooooooo
vc eh fodaaaaaaaaaaaaaaa

Peitos brancos, é?

Hehehe

Esse alguém merece TUDO, todos os dias.

Chorando, de novo, pelo mesmo motivo. Assim vou desidratar. Beijos. Mamy te ama, viu!

Aê, mr Poeta Matemático...
Maravilhoso, isso...

1[]!

eu ganhei presente no dia das maes da minha propria mae... :)

entao.. confusa a vida, nao?

ps: to na unb so sabado de manha.'

È lindo...

Poeta, você num tá bravo comigo não, tá???

Estou sumida... puxa, que chato... saudades...

Mamy merece todo o amor e todo o carinho de todos os filhos seus...
Inclusive nós!!!

Um grande abraço pra vc também.

Eu sei pra quem foi! Ela me disse antes... mas eu não tinha vindo aqui ler ainda... estou meio desleixada... meio esquisita. Mas feliz! E achei o poema muito lindo por demais da conta! :D

Beijos, amigo...

Olá Querido,
Como c tah???
Nossa...estou sem tempo pra nada, trabalhando demais.
Aquela música é Maravilhosa!!!
Ah! Muito lindo o teu texto, Parabéns...
Bjo

ficou bunitu teu blog, hein?!?!?!
bjao!

Olá poeta, também tava com saudade, mas são as cousas de la vida...
Beijos

Cadê você?
Tou com muita saudade...
beijos

Posta un commento