« Domestico | Ode Ao Dous de Julho » | Pêsames... » | Como Perder as Rimas » | Inconstante...inconstância » | Manias » | Blues » | Morbidez » | Tango Natureza » | Contra-Senso » | Amores Brutos »

Orquídea


A flor arrebata a mulher,
Devora, repreende.

A flor, objeto obscuro
Fonte, verso, anágua
Pequena borboleta cálida
Barco azul no mar calmo

A flor, violácea protuberância
Corrompe, conspira, apraz
Encanta a mulher-flor
E não se sabe onde acaba a flor
E a magia do amor começa

Talvez até mesmo pelas flores serem o sexo das plantas que as mulheres se identificam tanto com elas. E talvez por isso os poetas gostem tanto de misturar as duas nos poemas...

"Mas que bobagem! As rosas não falam
As rosas apenas exalam o perfume que roubam de ti"

Beijos e boa semana, Poeta! E obrigada...

Linda tela. Ai... quase nunca me sinto uma flor...

Mulheres e flores... tudo a ver
Boa semana!!!

Simplesmente Lindo...
Bjs
Patyçazinha

Olha, concordo com o comment da ana p.!
Mas... bom, esse quadro ficou tão bom, que não deu vontade de parar de ver! Nossa... de que época é ele?

E é... eu gosto de flores! Lindas, simples, cheirosas...

Beijos, Roger Elias!

Ana: E vc acha que não foi essa a minha intenção?

Mamy: Depois da operação tu vai se sentir mais, hehe. Boa sorte

Rô: E num é?

Patyçazinha: Ah, linda é vc. Obrigado pela visita..

JuJu: Não faço idéia. Achei no google imagens. Beijos procê tb, e melhoras

Obrigada pela visita!
Venha sempre ao meu país...

Beijo grande,
Alice
www.asmaravilhasdopaisdealice.blogger.com.br

Muito bonito!

todos voce escreveu?

termina e começa na carne, talvez...

Olha, o blog tá mó diferente....gostei! :)

Vc já tinha me mostrado essa poesia...ficou legal!

Muito legal este poema ... singelo e bonito !

best regards, nice info
» » »

Enjoyed a lot! »

Posta un commento