« Domestico | Tardes Cariocas » | Moral » | Inferno.. » | Parte I (Finalizada) » | Uma Licença Prosaica Num Blog Poético » | Chuva de Ópio » | O Louco e o Furacão » | Medo » | Mães » | JujudeBlu »

Aos Que Se Expõem

Existem quatro maneiras de se encarar a verdade. Há os que desconhecem a verdade, os que lutam para defender a verdade, os que conhecem a verdade e oprimem, e os que conhecem a verdade e se calam.

Os primeiros, por não saber da verdade, por não conhecer o caminho que gera a verdade, por não ter como entender a verdade e por não partilhar da verdade são VÍTIMAS e devem ser defendidos, pois podem ser manipulados.

Os segundos, os que conhecem a verdade e lutam por ela, sangram pela verdade, sofrem pela verdade, vivem pela verdade e morrem em verdade. Estes são escurraçados, destituídos, deslocados, silenciados, intimidados, intimados, torturados, enjeitados, apresados, amados, odiados, desejados, destruídos, escarrados e sempre têm um triste fim, mas vivem na glória da eternidade. Estes sobem com a cabeça erguida pelo cadafalso, cruz, fogueira, guilhotina e quando, no último momento, são novamente humilhados, erguem a voz e dizem a verdade, antes do fim. Estes são MÁRTIRES e devem ser seguidos pois são eles que vivenciam a verdade.

Os terceiros são os que têm o poder. Eles manipulam, prostituem, matam, oprimem, torturam, enjeitam, intimidam, intimam, prendem, escarram, julgam, destroem, vitimam, aleijam e convencem. Estes são os que se acham donos da verdade. Estes não discutem a verdade, não constoem a verdade, não vivem a verdade. Estes escondem a verdade pois sabem que não há argumento que refute a verdade. Estes humilham os que lutam pela verdade, os que estão ao redor dos que lutam pela verdade, os que desconhecem a verdade e prostituem os que a conhecem. Estes estão interessados no poder, não de transformar, mas de ditar o que é a verdade. Estes são os MENTIROSOS e devem ser silenciados.

Mas os piores são os últimos. Estes não torturam, não matam, não roubam, não julgam, não destoem, não vitimam, não aleijam, não escarram e não constroem a verdade. Estes não se mostram, não defendem os que defendem a verdade, nem ao menos defendem a si mesmos dos despaltérios dos que silenciam a verdade. Estes ficam parados olhando, silenciosos os fim dos mártires. Estes choram sozinhos, calados mais choram, pois sabem a verdade. Estes não se expõem pois sabem o que significa se expor conhecendo a verdade. Estes são coniventes com a ignorância dos primeiros, com o martírio dos segundos e com as mentiras dos terceiros. Estes são os responsáveis pelo sofrimento dos que conhecem e desconhecem a verdade. Estes são os responsáveis pelo poder dos que silenciam a verdade. A estes, minhas piores palavras, meus piores chingamentos, meus piores sentimentos. A estes os meus escarros, os meus peidos, os meus urros, as minhas fezes. A estes a única e verdadeira certeza: estes são NADA e nada continuarão a ser...

Obrigado por me sugerir a abertura de um blog. Ja nao aguentava mais o cheiro dos seus peidos e fezes...

ironicamente, os ultimos são os que tem mais poder, portanto, chama-los de nada é um tanto quanto ingenuo...

Verdade varia.

Poeta, você me impressiona. Calar a verdade é exatamente isso: ser conivente com aqueles que oprimem os mártires e ignorantes. Fico boqueaberta com sua percepção das coisas. Beijos, menino. Deus te conserve assim.

Eu teria um quinto grupo, ou um subgrupo do primeiro: os que não conhecem a verdade, mas estão na busca.

Concorda? Sei lá... acho que eu me encaixo mais nesse... e de boa... QUEM conhece a verdade?!

Discussão acalorada demais pra se fazer apenas por blog... Beijo grande, vc continua me surpreendendo!

Não foi isso que eu quis dizer, foi mais uma autocrítica...

Very cool design! Useful information. Go on! »

Posta un commento